Fertilizantes e sustentabilidade na agricultura

Os fertilizantes agrícolas são essenciais para a agricultura e a sustentabilidade, já que entram para equilibrar a produção de alimento por meio da conservação de recursos naturais. 

Nesse contexto, os fertilizantes são os responsáveis por oferecerem nutrientes às plantas. Para uma produção completa e com qualidade, é importante estar por dentro sobre as práticas e tecnologias que envolvem o assunto.

Desafios da agricultura sustentável

O principal desafio da agricultura sustentável é entender o equilíbrio entre aumentar a produtividade e minimizar os impactos negativos ao meio ambiente. Além disso, outros desafios são as condições climáticas, o valor que deve ser investido na prática e, é claro, a inovação que deve ser aplicada por meio dos métodos.

Para evitar os impactos negativos ao meio ambiente, é necessário que inovações sejam aplicadas para otimizar o processo. O mesmo acontece quando se fala das condições climáticas, já que eventos inesperados podem fazer com que a agricultura sofra danos quase que irreparáveis.

Por isso, praticar uma agricultura sustentável, muitas vezes, envolve investimentos iniciais significativos em tecnologia, treinamento e infraestrutura, o que pode ser um obstáculo para agricultores de pequena escala.

O papel dos fertilizantes na agricultura sustentável

Os fertilizantes agricolas desempenham papel fundamental na promoção da agricultura sustentável. Eles são os responsáveis para haver o crescimento saudável das plantas, ajudando a aumentar a produtividade e a qualidade do cultivo.

Porém, para que eles cumpram com o papel, é indicado que seja utilizado de maneira responsável e eficiente. Além disso, é importante que o agricultor compre produtos de qualidade e procedência. 

Na Rigrantec, é possível encontrar os mais diferentes tipos de fertilizantes agrícolas. Além disso, a empresa disponibiliza produtos de alto padrão, o que garante não apenas a qualidade da plantação como também o cuidado com o meio ambiente.

Tipos de fertilizantes e suas características

Existem diversos tipos de fertilizantes agrícolas, cada um com suas características e composições específicas. Em geral, estão os fertilizantes: nitrogenados, fosfatados, potássicos, micronutrientes, orgânicos e de liberação controlada.

No caso do fertilizante Nitrogenado, ele tem como foco o crescimento do vegetal por meio do uso de nitrogênio. Já o Fosfatado é um dos mais conhecidos para frutificação das plantas, raízes, floração. 

Aqueles que possuem potássio também são destinados para o crescimento das plantas, além de promover maior resistência contra doenças e estresses ambientais. Assim como, os fertilizantes que fornecem micronutrientes essenciais, como ferro, zinco, cobre, manganês, molibdênio e boro.

Os fertilizantes orgânicos, além de fornecer nutrientes para as plantas, ainda colabora para a melhora do solo por meio do uso de esterco animal, compostos orgânicos, farinhas e ossos e tortas de algodão.

Práticas de manejo para a utilização sustentável de fertilizantes

As práticas de manejo para a utilização sustentável de fertilizantes agrícolas devem acontecer, primeiramente, a partir da análise do solo. Após, deve ser feita a fertilização equilibrada, a utilização de fontes alternativas de nutrientes e técnicas de aplicação precisa.

Ao adotar esses manejos, os agricultores podem utilizar os fertilizantes de forma mais sustentável. Desta forma, garante uma nutrição adequada das plantas, além da proteção do meio ambiente e a vantagem econômica.

Ácido húmico e a agricultura sustentável

O ácido húmico desempenha um papel essencial na agricultura sustentável. Ele é responsável pela melhora da estrutura do solo, aumento da capacidade de retenção de nutrientes, estimulação do crescimento das plantas, melhora da resistência e redução da dependência de fertilizantes químicos.

Em geral, o uso do ácido húmico contribui significativamente para incorporação nas práticas agrícolas a fim de criar um sistema mais resiliente e ambientalmente sustentável. Por isso, é um ótimo aliado para a agricultura sustentável a longo prazo.

Agricultura sustentável tem futuro?

A agricultura sustentável não apenas tem futuro, como é uma boa solução para os desafios e problemas  globais de segurança alimentar, mudança climática e degradação ambiental. À medida que a população mundial cresce, os recursos naturais se tornam mais escassos e ocorre a necessidade de adotar práticas agrícolas cada vez mais urgentes.

Por tanto, apesar dos desafios e obstáculos, a abordagem holística possui um futuro promissor. Ela não visa apenas a produção eficiente de alimentos, como também proteger os recursos naturais e promover o bem-estar das comunidades rurais.

Este também é o objetivo da Rigrantec. A empresa atua no setor agrícola desde 1995, e proporciona aos seus clientes inovação e qualidade quando se fala em fertilizantes agrícolas, tratamento de sementes, adjuvantes e muito mais.

Matéria anterior
Festival Nacional de Dança do Pará: primeira edição promete transformar Belém em centro de dança
Próxima matéria
Theu Dantas vem conquistando o público com seu swing!

Mais do É Pop

Menu