'Hoje eu quero voltar sozinho' representará Brasil no Oscar

Marta Suplicy, Ministra da Cultura,  anunciou nesta quinta-feira (18), em evento na Cinemateca Brasileira, em São Paulo, que o filme “Hoje eu quero voltar sozinho”, de Daniel Ribeiro, vai representar o Brasil na disputa pelo Oscar 2015 de melhor filme em língua estrangeira. A seleção final dos concorrentes na categoria ainda será definida pela organização da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood, responsável pela premiação. A 87ª edição do Oscar acontece no dia 22 de fevereiro.
Hoje EU QUERO VOLTAR SOZINHO_01
“Hoje eu quero voltar sozinho” mostra a história de um garoto deficiente visual e homossexual, Leonardo, interpretado por Guilherme Lobo. Na trama, o protagonista tenta fugir da superproteção da mãe e tem de lidar com as descobertas da adolescência. Um dos temas é justamente um romance jovem gay. – G1
HOJE EU QUERO VOLTAR SOZINHO
Direção e roteiro: Daniel Ribeiro
Elenco: Ghilherme Lobo, Tess Amorim, Fábio Audi, Isabela Guasco, Selma Egrei, Lucia Romano e Eucir de Souza
Gênero: Comédia | Romance | Drama
Tempo de duração: 95 minutos
Mais sobre o filme: Vencedor do prêmio FIPRESCI na Mostra Panorama do Festival de Berlim, Hoje Eu Quero Voltar Sozinho” também recebeu o prêmio Teddy no mesmo festival, destinado a produções com temáticas LGBT. Baseado no curta-metragem Eu Não Quero Voltar Sozinho”, que já possui mais de 3 milhões de visualizações no YouTube, a produção se tornou um fenômeno de bilheteria no cinema independente nacional, atingindo mais de 100 mil espectadores em apenas duas semanas de exibição.
Abaixo, a lista dos 18 filmes que disputaram a seleção nacional:
“A grande vitória”, de Stefano Capuzzi
“A oeste do fim do mundo”, de Paulo Nascimento
“Amazônia”, de Thierry Ragobert
“Dominguinhos”, de Eduardo Nazarian, Joaquim Castro e Mariana Aydar
“Entre nós”, de Paulo Morelli
“Exercício do caos”, de Frederico Caos
“Getúlio”, de João Jardim
“Hoje eu quero voltar sozinho”, de Daniel Ribeiro
“Jogo de xadrez”, de Luís Antônio Pereira
“Minhocas”, de Paolo Conti e Arthur Nunes
“Não pare na pista: A melhor história de Paulo Coelho”, de Daniel Augusto
“O homem das multidões”, de Marcelo Gomes e Cao Guimarães
“O lobo atrás da porta”, de Fernambo Coimbra
“O menino e o mundo”, de Alê Abreu
“O menino no espelho”, de Guilherme Fiúza Zenha
“Praia do futuro”, de Karim Aïnouz
“Serra pelada”, de Heitor Dhalia

“Tatuagem”, de Hilton Lacerda

Matéria anterior
“Big Hero Six” ganha versões Funko e mais um comercial para a TV!
Próxima matéria
A origem dos “Pinguins de Madagascar” na cena de abertura do novo filme

Mais do É Pop

Menu