Campanha para “tirar as pandemias do prato” tem participação de ativista vegana de apenas 11 anos

Ação da ONG Million Dollar Vegan pretendente fazer as pessoas questionarem o que colocam no prato, algo que a brasileira Brunna Sachs fez com apenas 2 anos

Mutirão de tampinhas para castração de cães e gatos ( DINO )

Sandra Sachs, respeitou o desejo da filha e também repensou seu próprio estilo de vida.

São Paulo , 30/10/2020 –

No Dia Mundial do Veganismo, 1º de novembro, a organização internacional Million Dollar Vegan vai distribuir mais de 12,3 mil refeições veganas em cidades do Brasil, México e Argentina.

A ação intitulada “América Latina pelos Animais” tem como madrinha a apresentadora Xuxa Meneghel e faz parte da campanha “Tire as Pandemias do Cardápio”, que visa fazer um alerta sobre a relação entre a produção de produtos de origem animal e os riscos de surgimento de novas pandemias como a do novo coronavírus, incentivando uma alimentação vegana.

O objetivo da Million Dollar Vegan é fazer com que as pessoas questionem o que estão colocando no prato, algo que a ativista mirim Brunna Sachs, outra apoiadora da ação, fez com apenas dois anos de idade.

Crianças também podem ser veganas

Quando Brunna descobriu que a carne que comia vinha da vaca, mesmo muito nova, não quis mais ingerir produtos de origem animal. A mãe, Sandra Sachs, respeitou o desejo da filha e também repensou seu próprio estilo de vida.

Hoje, com 11 anos, Brunna é embaixadora da Million Dollar Vegan e da campanha Segunda Sem Carne, organizadora do núcleo brasileiro do Youth Climate Save e única brasileira a representar a fundação Animal Hero Kids.

Através de sua página no Instagram, que já conta com mais de 20 mil seguidores, ela busca mostrar que crianças podem crescer de forma saudável mesmo com uma alimentação vegana.

Para Brunna, os animais não devem morrer para nos alimentar. A ativista mirim irá aparecer no vídeo da campanha “América Latina pelos Animais”, que será divulgado dia 1º pela Million Dollar Vegan.

Menu