Professor fatura R$40 mil usando marketing digital para impulsionar pequenos negócios na Maré

Higor Antonio, franqueado do Elefante Verde, aposta na inclusão digital para ajudar no desenvolvimento do complexo

imagem_release_755614Formado em História pela UERJ, Higor Antonio, 32, decidiu percorrer novos caminhos em sua vida profissional. Com a desvalorização do professor no mercado de trabalho, seu espírito empreendedor emergiu.

Higor hoje auxilia pequenos negócios da Maré a vender seus produtos ou serviços com ajuda da internet. A empreitada tem alcançado resultados positivos. Franqueado do Elefante Verde – startup que criou o Hubify, uma plataforma usada pelo professor para executar os projetos- ele já conseguiu atingir um faturamento de R$40 mil em apenas quatro meses de operação.

Os valores faturados por Higor correspondem a um ano de contrato, ou seja, os R$25 mil serão faturados em 12 parcelas e não à vista.

“Moro na Maré desde que nasci, na mesma casa. O complexo ainda é tratado como um espaço periférico, mas o potencial econômico daqui é enorme. O espírito empreendedor daqui é muito forte. É nisso que eu aposto”, conta o empreendedor, sem disfarçar o orgulho que sente pelo complexo. Ele espera fechar o ano com um faturamento de R$60 mil.

A empolgação de Higor não é sem motivo: a Maré hoje é reconhecida como um bairro do Rio de Janeiro, o nono mais populoso da cidade. O espaço é formado por 16 comunidades. Se considerado todo o complexo, a Maré é maior do que a Rocinha e o Alemão em termos geográficos.

A vontade de fazer acontecer e o conhecimento que tem sobre a região ajudaram a franquia na obtenção de resultados.

“Em dois meses de trabalho conseguimos fechar com 25 clientes. Eu ainda trabalho como professor no Cursinho Pré-vestibular da Maré, mas com tanta demanda, precisei abandonar meus outros empregos em escolas”, explica Higor.

Para Fabio Duran, um dos criadores da plataforma, iniciativas como a de Higor são fundamentais para estimular o empreendedorismo no país, sobretudo em áreas carentes.

“O Elefante Verde nasceu para ajudar microempreendedores a vender pela internet. Nossa meta é levar um pacote com custo acessível para qualquer um que queira empreender e a parceria com franqueados como o Higor é fundamental para o nosso crescimento e também para que o país saia da crise”,enfatiza o franqueador.

Sobre o Elefante Verde

A startup deu tão certo, que Caio e Fábio decidiram franquear seu negócio. O Elefante Verde atualemente conta com cerca de 50 unidades e espera encerrar 2016, com mais de 60 unidades vendidas. O baixo investimento na franquia é o que chama atenção.

Para abrir uma unidade, o franqueado investe entre R$ 21mil e R$30 mil e permite um retorno previsto do investimento de 12 a 24 meses de atuação. Além disso, a rede oferece a oportunidade para que os investidores trabalhem no modelo home based.

Matéria anterior
Simone & Simaria vão agitar a edição carioca do Villa Mix Festival
Próxima matéria
Modelo Felipe Frascaroli se prepara para o ENEM

Mais do É Pop

Menu