Como ativar a criatividade em tempos de pandemia

No início de 2020, toda a população foi surpreendida por um cenário no mínimo caótico e apocalíptico.

Com isso, diversas inseguranças foram surgindo, e trazendo diversos problemas, como ansiedade, pânico, baixa produtividade e baixa autoestima.

Com o decreto do distanciamento social, os hábitos e rotinas foram completamente transformadas. 

E se ao invés de apenas enxergamos os pontos ruins, conseguíssemos aproveitar esse tempo para investir em um novo curso, aproveitar o tempo com a família e até abrir os horizontes para novas idéias.

Acontece que para criar novas rotinas de forma leve, é preciso ser criativo! E ao contrário do que muitos pensam, a criatividade não é um dom nato, e sim um aprendizado.

Por isso, se você não se considera uma pessoa criativa e não faz a menor idéia de como trazer novos hábitos, esse conteúdo poderá te ajudar.

Confira!

Afinal, o que é Criatividade?

 

Antes de mais nada, precisamos entender o que de fato significa Criatividade, uma palavra que ouvimos com tanta frequência e que para algumas pessoas é difícil de colocar em prática. 

Sabemos que existem diversas pessoas que possuem mais facilidade em criar algo novo, e que são mais criativas. 

Porém, vale mencionar que a criatividade está relacionada a compreensão de erros e acertos. A ideia não surge num estalo de dedos, é estudo, experiências, pesquisa e testes.

Inovar é simplesmente pegar ao já existente e trazer novas maneiras e abordagens, até encontrar resultados surpreendentes.

A criatividade pode ser entendida como parte da essência humana, pois ela está presente no dia-a-dia de as pessoas. Seja na maneira de decorar a sua casa, de brincar, de contar uma notícia para um familiar ou até mesmo de organizar uma planilha.

Todas as ações que podem ter um resultado diferente dependendo do olhar e da abordagem, pode ser considerada criatividade.

Mas, a criatividade pode estar enferrujada, por isso, é preciso entender que a criatividade precisa ser constantemente praticada.

Qual a relação entre criatividade e trabalho?

Com o surgimento do distanciamento social, muito profissionais acabaram se frustrando por terem que mudar suas rotinas e até adaptar a maneira como trabalham. 

Muitos profissionais, como dentistas, lojistas, médicos, esteticistas, professores, psicólogos e tantos outros outros precisam encontrar outras maneiras de atender seus clientes, pacientes e alunos.

E como fazer isso? Muitos empresários passaram por um momento de muito estresse. No entanto, foi e ainda é preciso usar a criatividade para sair conseguir sair de algumas situações e até fazer com que seu negócio sobreviva nesse cenário.

Por exemplo, com o distanciamento social as clínicas odontológicas precisaram deixar de atender tratamentos estéticos, como  clareamento dental e lente de contato, para atender apenas casos urgentes.

No entanto, isso não significa que os pacientes interessados deixaram de considerar a opção, por isso, nesse momento, é preciso usar a criatividade para manter esses pacientes por perto, para que possa fechar negócio em um momento mais oportuno.

Uma maneira de fazer isso, é criar conteúdos chamativos e educativos que possa ajudar esse paciente em um momento tão delicado. Conteúdos, como “quais as principais diferenças entre aparelho ortodôntico transparenteaparelho ortodôntico metálico?”, “principais cuidados que precisam ser tomados antes de realizar um clareamento dental” ou até mesmo “dicas de como manter uma boa saúde bucal durante a pandemia”.

Utilize a criatividade para inovar o seu negócio e para ser um membro participante da sociedade, que promova paz e segurança por meio de conteúdos como esse que você está lendo.

 

Independente da sua área de atuação, tenho certeza que existe alguma coisa que você possa contribuir e compartilhar com os outros.

Estimulando a criatividade

 

Separamos 4 dicas que você pode aplicar em sua rotina, que te ajudará a desenvolver a sua criatividade.

 

Continue a leitura.

 

  • Pratique atividades físicas e mentais

 

 

Você já deve estar cansado de ouvir que as atividades físicas são importantes para o bem estar. Mas, com a mudança da rotina, é preciso redobrar a atenção, já que não estamos frequentando outros ambientes.

 

Mas, além disso, é fundamental exercitar a mente. E não, o seu trabalho não deve ser considerado um exercício. Procure jogar jogos que exigem do raciocínio, como xadrez , sudoku e até palavras cruzadas.

 

Caso, você já tenha filhos, pode optar por atividades em família, como quebra cabeça e até jogos de cartas e tabuleiros.

 

  • Não trabalhe na cama

 

 

Sabemos que não temos muitas possibilidades dentro de casa, mas procure pelo menos uma vez na semana, trabalhar em outro cômodo da casa, para espairecer a mente.

 

Mas o mais importante, não trabalhe na cama, pois isso estimula a preguiça mental, provocando o bloqueio mental.

 

  • Descanse

 

 

O descanso não é apenas ter uma noite bem dormida, mas fazer atividades que te tirem do foco. 

 

Quando possível, faça paradas no dia, medite, tome um banho e preste atenção em si mesmo.

 

Um ótimo exercício de relaxamento, é o cultivo de plantas ou atividades manuais, como artesanato. Pratique algo que goste, o importante é sair da rotina para ter uma mente descansada.

Permita-se cometer erros

 

Por fim, lembre-se que a criatividade não vem com um estalar de dedos e muitas das vezes não trará a resposta correta para um problema. Você provavelmente errará inúmeras vezes até encontrar a solução, e está tudo bem.

 

Porém, quanto mais rápido você errar, mais rápido encontrará a solução!

 

Diante disso, não tenha medo de ser criativo, permita-se olhar com outras maneiras e ter novas experiências, seja na vida pessoal ou profissional.

 

Conteúdo produzido por Ana Laura Ferreira, redatora da empresa Clínica Ideal.

Mais do É Pop

Nenhum resultado encontrado.




Nenhum resultado encontrado.

Menu